segunda-feira, 19 de agosto de 2019

Manutenção de placas informativas e limpeza do trilho Miradouro do Fragão e Cascata de Portavênse

O dia estava perfeito para manutenção. O trilho de Germil até ao prado da Relva com passagem pelo miradouro do Fragão e cascata de Potavênse  estava a necessitar de uma limpeza geral.

Durante a época alta este percurso é percorrido por centenas de curiosos que param em Germil para descobrir os seus tesouros através das placas informativas colocadas em Germil pela nossa associação.

Apesar de o percurso ser bastante percorrido durante todo o ano o trilho lá fica mas a vegetação brava da nossa serra tentar sempre invadir o trilho com os seus ramos silvestres. Num percurso de pé posto como este através da floresta é sempre necessário efectuar uma limpeza anual para os visitantes poderem efectuar a sua marcha sem serem atraídos pelas silvas bravas.

Durante a minha limpeza que durou quatro horas através deste mágico percurso tive que desligar a "roçadora" por várias vezes devido ao fluxo de visitantes que passavam em direcção à cascata na qual tive a oportunidade de encontrar e falar com um casal Brasileiro, Holandês, Alemão e Português que muito agradeceram esta "limpeza" pois "facilita a nossa marcha".

Partilho assim fotos da manutenção deste lindo percurso

Fotos e texto de Carlos Moreira     


















Saudações montanheiras 
Carlos Moreira 

Celebração do Sagrado Coração de Jesus - Germil 2019

Durante os dias 17 e 18 de Agosto foi celebrado na aldeia de Germil as celebrações do Sagrado Coração de Jesus que contou com a presença dos habitantes de Germil e seus emigrantes como pessoas das aldeias vizinhas. 

Conforme a tradição todos os anos o festeiro, também chamado de imperador do Divino é a figura central nos rituais e organização da festa. O casal de festeiros é formado por devotos indicados por ex-festeiros que são submetidos ao crivo final do bispo diocesano. Além das tarefas de angariar recursos e de fazer o controle administrativo, os festeiros devem percorrer os casas fazendo um trabalho de divulgação da festa.  

Este ano os festeiros elegeram um programa diferente na qual incluiu uma banda musical, rancho folclórico, cantigas a desgarrada,  o leilão das flores, de uma broa Germilense com o seu respectivo cesto e toalha de linho e de uma pobre cabra que de momento ainda anda por ai. No final os festeiros nos surpreenderam com a organização das Rusgas de Germil que consistiu na formação de um grupo com os habitantes de Germil e alguns amigos presentes na festa na qual apresentaram o seu grupo "folclórico local" com tshirts e tudo onde houve muita cantaria e danças folclóricas

Os festeiros também tiveram ajuda da população de Germil e como é habitual no sábado as 8:00 iniciaram os trabalhos na limpeza do exterior da igreja, no percurso da procissão, na colocação de faixas com fitas e em todos os preparativos necessários para mais uma festa que desta vez não contou com fogo de artificio devido a problemas técnicos com a licença. 

Partilho assim algumas fotos destas celebrações. 


Fotos e textos de Carlos Moreira 






































































































































































































Saudações montanheiras 
Carlos Moreira